Noite de gala para o futebol paranaense. O Coritiba agora (segundo a mídia do eixo) eliminou qualquer dúvida que ainda pairava sobre a qualidade desta equipe nesta temporada. Detentor nacional do recorde de vitórias invictas, a qual agora já soma 24, está invicto na temporada. Ontem o Coritiba jogou com uma perfeição que dá gosto de ver. Todos os setores funcionaram, desde o goleiro até o centro-avante.

Edson Bastos: Pouco jogou, só fez reposições, coisas que torcemos para que aconteça em todos os jogos.

Jonas: foi demais, soube dosar a hora de apoiar, bem como de defender, e neste última, cá pra nós, fez muito bem. Eliminou todos os espaços possíveis pela direita.

Pereira: está sobrando nesta temporada. Muito criticado em temporadas passadas, este está mostrando ser um zagueiro muito bom e que ainda por cima sabe fazer gol. Tomara que retorne pra próxima partida.

Émerson: Este foi uma das melhores contratações do Coxa neste ano. Zagueirão artilheiro. Não perde uma lá atrás, e ultimamente perde poucos lá na frente (falando de gols).

Lucas Mendes: Este talvez seja no momento a peça mais frágil do time, entretanto não o posso culpá-lo, ele é zagueiro e está jogando improvisado na lateral-esquerda. Ao menos, não comprometeu. Errou alguns passes apenas.

Leandro Donizeti: Leão, o motor do time, 1º volante de luxo, ganhou todas e anulou todos.

Léo Gago: Nome do jogo, o melhor em campo. 2º volante canhoto habilidoso como poucos no futebol. Jogou tudo e mais um pouco. Feliz por seu 1º gol na temporada.

Rafinha: Destaque e mentor da equipe. Além de veloz, é muito habilidoso. Guerreiro, ataca e marca muito. Não gostou de ter saído, entretanto tenho certeza que hoje ele entende que foi o melhor, afinal já tinha um cartão amarelo. Não poderia arriscar perder um dos melhores jogadores.

Davi: Ontem tava inspirado. Fez cada passe, armou cada jogada. Uma das ótimas contratações feitas este ano também.

Anderson Aquino: Reserva de luxo de Marcos Aurélio. Jogou bem, guerreou, marcou, e fez seu gol. Boa contratação também.

Bill: O xodó da torcida não pode mais ficar de fora. O cara além de dar um cansaço nos zagueiros no campo de ataque marcando-os, ainda leva umas faltas que tem nos ajudado (vide contra o A. Paranaense, uma falta parecida com a de ontem e que levou o jogador adversário a ser expulso). Fez uma linda jogada no lance do pênalti, e bateu muito, mas muito bem, tanto é que o Marcos acertou o canto, só que a bola foi tão bem batida que nem o goleirão do porco conseguiu chegar.

Geraldo: Arma secreta de Marcelo Oliveira. Tem sido fundamental no segundo tempo, entra colocando fogo no jogo, e atormenta os já cansados zagueiros e laterais adversários. Ontem deixou o dele também.

Willian: Serve de titular em qualquer equipe, menos no Coritiba. Calma, não me entendam mal. Aqui não serve simplesmente por que tem dois volantes que estão passando da bola. Mas Willian é o 12º jogador deste time.

Marcelo Oliveira: Inteligentíssimo. Soube fazer as alterações certas e na hora certa.

Enfim, Brasil, lhe apresento o Coritiba Football Club. O melhor time deste país até o momento.

*******************

Tiago Santos

http://twitter.com/tisantoscx

http://www.metapolis.com.br

msn: tisantos@live.com

*******************